Menu

Louvor e 
Adoração 

Apresentadores são criticados por serem contra casamento gay: "Ser cristão não é um escândalo"

20 DEZ 2016
20 de Dezembro de 2016

A revista Cosmopolitan, conhecida por seus artigos sobre sexo e relacionamentos, publicou recentemente um artigo sobre "Os 16 maiores escândalos da HGTV de todos os tempos". A HGTV é um canal de TV a cabo dos EUA que apresenta programas sobre reformas de casas, jardinagem, artesanato e remodelação. Dificilmente este canal poderia se envolver em algum escândalo.

Mas a escritora Laura Beck disse que o programa "Fixer Upper", apresentado pelo casal cristão Chip e Joanna Gaines, declarou que a homossexualidade e o casamento gay são pecados e devem ser considerados como tal.

"No mês passado, a BuzzFeed escreveu sobre a filiação do casal Gaines com uma igreja evangélica não denominacional cujo pastor, Jimmy Seibert, se opõe à homossexualidade e ao casamento gay", escreveu Beck.

Para Beck, essa afiliação seria um "escândalo". Mas o escritor cristão Daniel Payne discordou. Em uma carta aberta publicada pelo Federalist, ele criticou a Cosmopolitan por seus artigos com conselhos sobre sexo oral e outros assuntos, além de enfatizar que não há nada de escandaloso sobre a filiação de Gaines com a igreja.

"A oposição de uma igreja cristã ao casamento gay não é ‘escandalosa’. Não é chocante, nem sequer é ligeiramente notável no contexto da própria religião. É apenas o cristianismo", disse ele.

Ele acusou Beck de ser "ignorante" e de ser agressiva contra a fé cristã. Dada a virtude dos leitores da Cosmopolitan, Payne disse que não é de se admirar que seu jornalista não esteja familiarizado com as crenças ??do povo cristão.

"É uma coisa muito tonta de ser testemunhada, principalmente porque, se levada ao seu extremo, não haveria fim para a paranoia sem sentido, escandalosa e obsessiva", disse ele.

Payne está impressionado pela forma que o casal Gaines lidou com o "escândalo". Os dois "reagiram com graça, pedindo apenas que seus fãs se abstenham de assediar os jornalistas de terceira categoria que provavelmente estavam tentando destruir suas carreiras", disse ele.

Apoio

Em menos de uma semana, depois que o casal Chip e Joanna Gaines foram criticados por frequentarem uma igreja evangélica, na qual seu líder "se opõe firmemente ao casamento gay", o pastor Bill Johnson, da Bethel Church, explicou por que, segundo a Bíblia, a homossexualidade é uma flagrante "violação da criação de Deus" que, em última análise, distorce o propósito para o qual Deus criou o Seu povo.

Muitos no Twitter argumentaram que o Buzzfeed estava sendo hipócrita, notando a falta de histórias semelhantes sobre figuras como Keith Ellison, muçulmana e integrante do Congresso, cujo imã [líder espiritual islâmico] já classificou a homossexualidade como uma "prática de ímpios"; também não citou os laços de Barack Obama com o Pastor Jeremiah Wright.


Voltar


Tenha você também a sua rádio